terça-feira, 6 de maio de 2008

meiaoitoparis

meia oito! meia oito!
ensaio de uma revolução
que não houve
aos querenta ainda
escutamos seus ecos

orlando pinhº d-silva

..........................

e-livro sobre maiomeiaoitoparis: solidarity
ver + em: balaio porreta, espaço albenísio, e o refúgio

2 comentários:

sandra camurça disse...

Oi, Menino! Valeu!
Olha, o godard-stones acima vou ver outro dia, hoje tá difícil...

Beijos.

Moacy Cirne disse...

É isso aí: 6 e oito. Parafraseando um guerrilheiro famoso: É preciso homenagear, mas sem perder a crítica jamais. Abraços.